Planejando a viagem para Tailândia e Cambodja #ComOsErrosNaÁsia

Share Button

media-factory-marketing-digital-redes-sociais-americanos-tem-mais-perfis-facebook-do-que-passaporteOlá pessoal. Hoje começo uma série de posts sobre o planejamento da nossa viagem à Asia. Tive que pesquisar bastante para encontrar algumas informações básicas como a quantidade de dias necessários para cada região,  as roupas proibidas para os templos budistas ou ainda como tirar visto para alguns países asiáticos.

Por isso, decidi escrever tudo isso de forma simplificada para vocês e ao longo das próximas semanas postarei algumas dicas e depois que voltar de lá eu as complemento.

Então aqui começa nossa série de posts sobre o continente asiático! Espero que gostem!

“É que eu quero evitar a fadiga”. Essa célebre frase do Jaiminho – o lendário carteiro do seriado Chaves – é que comanda a organização e planejamento dessa trip para a Tailândia e Camboja. Tudo isso porque quando chegarmos lá, quero ter poucas preocupações e diferente das últimas viagens, dessa vez já sairemos do Brasil com 95% dos passeios agendados, guias turísticos fechados e com todos os hotéis reservados.

Tanto ‘desespero’ tem nome: alta temporada, pois partimos no dia 26 de dezembro (eu sei, um dia após o Natal = aeroportos cheios, filas intermináveis e atrasos. Tô me preparando). Além disso, nossa maior preocupação por ser alta temporada foram os preços, que sobem absurdamente. Durante as cotações que fizemos, vimos três diárias em um hotel triplicar de preço no intervalo de uma semana. Sem contar que queremos aproveitar ao máximo, pois serão apenas 20 dias no continente asiático.

Nossos vouchers para a #TripAsia

Nossos vouchers para a #TripAsia

Como é época de férias e toda a Tailândia estará abarrotada de turistas, eu não quero ‘perder’ algumas horas do dia tentando negociar algum passeio ou encontrar alguém honesto que cobre um preço justo. Sei que talvez com essa decisão eu pague um pouco mais caro do que se tentasse negociar lá, mas talvez seja o preço da tranquilidade.

Pesquisei muito até concluir que o melhor seria pegar alguns passeios fechados, que nada tem a ver com excursão. Encontramos uma empresa brasileira que faz essa ponte entre nós e os guias e também reservam alguns passeios.

Achei interessante a opção do guia, pois teremos um tailandês nos levando para os locais que queremos conhecer. Isso foi importante pois como disse, vamos cruzar toda a Tailândia e no final ainda vamos passar alguns dias no Camboja e tudo isso em apenas 20 dias.

É isso pessoal! Não esqueçam de comentar os posts, isso ajuda o blog a ganhar vida, me orienta sobre as preferências de vocês e me estimula, pois a cada comentário fico muito feliz!

#Wanderlust

 

 

Share Button

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>