Post- índice: veja nosso roteiro, os passeios e mais um monte de dicas para viajar pela Nova Zelândia

A Nova Zelândia é um país realmente incrível, com pessoas incríveis e cheio de belezas naturais! Por falar nisso, a natureza realmente é o centro das atenções na NZ e os caras sabem como ninguém preservar o meio ambiente ao mesmo tempo que o exploram no turismo (podíamos aprender com eles).

Roteiro
Nosso Roteiro pela Nova Zelândia foi distribuído da seguinte maneira: Auckland, depois alugamos um motorhome e seguimos para Piha, Matamata (Hobbiton) e Rotorua. Depois partimos de avião para a Ilha Sul e conhecemos Christchurch e a região do lago Tekapo.

Chegamos em Auckland no início de maio. Era outono e a paisagem toda laranjadinha ajudou a amarmos a cidade de cara. Apesar de ser uma das cidades mais povoadas do país, Auckland tem ares de cidade pequena.  Por aqui é fácil fazer as coisas caminhando ou usando transporte público, além de ser uma cidade extremamente segura.

Alugamos um apê de 2 quartos no Waldorf St Martins Apartments, que tinha tanto a vista quanto a localização privilegiada. Esse apart-hotel realmente superou nossas expectativas e os funcionários foram ótimos conosco. Como é um apart, não serve café da manhã. O que não é necessariamente um problema, né?

Seguem os posts com tudo o que fizemos pela Nova Zelândia, começando por Auckland:

Subindo até o topo do Mount Eden, o vulcão mais alto de Auckland


Devonport e a melhor vista panorâmica de Auckland


Como é subir na Sky Tower + pôr do sol incrível


Nove dicas do que fazer em Auckland

Depois de alguns dias passeando por Auckland, alugamos um motorhome com a Wildernes para percorrer parte da ilha norte do país. E foi muito divertido ter uma casa sobre rodas! Claro que teve perrengue com um Camping super estranho, mas a maioria dos Campings na Nova Zelândia (até os públicos) possuem uma estrutura incrível, com cozinhas, banheiros extremamente limpos e segurança.

Pedro e Bino! kkk

Nossa primeira parada a bordo do motorhome foi Piha, uma linda praia super bem conservada!  

Piha: a praia selvagem de areias negras e brilhantes 

Depois seguimos para a pequena cidade de Matamata, que atrai nerds de todo o mundo.

Hobbiton Movie Set: veja como é a vila construída para os filmes “O Hobbit” e “Senhor dos Anéis”

Nossa ideia inicial era fazermos a trilha de Tongariro, que tem cerca de 20km. Mas por conta da chuva intensa mudamos de planos e seguimos para Rotorura, cidade conhecida pela grande atividade geotermal.

WaiOTapu: dicas sobre o incrível e colorido parque vulcânico de Rotorua, na Nova Zelândia 

Nossa última parada com o motorhome foi Waitomo, onde percorremos cavernas e mais cavernas.

Glowworm, a surpreendente e brilhante caverna em Waitomo, na Nova Zelândia

Squad!

Voltamos para Auckland e seguimos para a Austrália, onde passamos 10 dias. Depois retornamos direto para a ilha sul, para a cidade de Christchurch. Uma bela cidade, mas que está em reconstrução após um forte terremoto. Por aqui nos hospedamos por 2 dias no YMCA. 

De Christchurch seguimos direto para a região do Tekapo, uma região que amei demais! Quantos lugares incríveis pude ver, isso que o tempo não estava dos melhores. Aqui nos hospedamos nesses chalés.  

our home

Lago Tekapo: dicas do que fazer em uma das mais belas regiões da Nova Zelândia

É isso pessoal! Não se esqueçam de comentar os posts, isso ajuda o blog a ganhar vida, me orienta sobre as preferências de vocês e me estimula, pois a cada comentário fico muito feliz! Você também pode acompanhar a gente no Facebook e Instagram

Dez coisas legais para fazer em Sydney que você pode incluir no roteiro da sua viagem pela Austrália

Sydney está entre as cidades que mais gostei de conhecer em toda a minha vida. A cidade tem um espírito jovem, é muito organizada, cercada pela natureza e é linda demais. Nesse post eu listo as coisas que mais gostei de fazer e que recomendo para você que está planejando uma viagem pela Austrália! Aproveite!

1- Caminhar da Opera House até a Harbour Bridge
Essas duas atrações ficam na Baía de Sydney e juntas formam os mais famosos e bonitos símbolos da cidade de Sydney. A ordem da caminhada não importa. Aqui o que vale mesmo é caminhar com tranquilidade e aproveitar a vista que é das mais lindas! Falei mais sobre isso aqui.

2- Trilha entre Bondi e Coogee beach
Caminhar entre as praias Bondi e Coogee é um dos passeios mais famosos de Sydney. A trilha que tem pouco mais de 5 quilômetros é toda feita à beira mar e tem uma vista incrível. Minha dica é fazer a trilha ao contrário e encerrar a caminhada em Bondi Beach para dar um mergulho nessa belíssima piscina! Tem post sobre esse paraíso aqui.

3- Passar uma tarde no Taronga zoo
Aqui está uma ótima dica para quem viaja com crianças, mas que também diverte adultos. Esse zoológico tem mais de 100 anos e é enorme! Por aqui girafas, lêmures e elefantes dividem espaço com coalas e cangurus, os símbolos da Austrália! Tem dicas aqui!

4- Andar de Ferry
Se você optar por visitar o Taroga zoo, com certeza já terá essa vista. Se não, opte por algum passeio de barco. A vista, meu caro amigo, compensa, tá?! rs

5- Pôr do sol no Royal Botanic Gardens
Repleto de animais e plantas exóticas, esse parque é lindo por si só. Mas ele tem um plus que é uma vista única da Baía de Sydney. O mais legal é que o sol se põe bem entre a Harbour Bridge e a Opera House, o que faz esse espetáculo ser único. Não deixe de incluir essa belezura no seu roteiro! Tem mais dicas aqui!

6- Tomar um chopp no The Rocks
O the Rocks é um dos bairros mais antigos de Sydney e ele é super famosos por abrigar Pubs de todos os estilos. O meu favorito foi o The Lord Nelson Brewery, que além de oferecer cerveja de ótima qualidade, é super charmoso! Vale a visita! Para saber mais é só clicar aqui.

7- Passear pela The Rocks Markets
Essa é uma das feiras mais famosas de Sydney. Ela acontece todos os sábados na rua principal (George St) do bairro The Rocks e vende de tudo um pouco: roupas, sapatos, frutas, artesanatos e muita comida boa! Aproveite!

8- Jantar em Darling Harbour
Aqui está uma região mega charmosa que fica no píer de Sydney. Aqui existem dezenas de bares e ótimos restaurantes, perfeitos para aproveitar a queima de fogos que acontece sempre aos sábados.

9- Ver os incríveis animais do Aquário de Sydney
Aproveite que estará na região de Darling Harbour para conhecer o mega aquário de Sydney. Ele é um dos maiores do mundo e reúne 650 espécies diferentes de animais marinhos entre tubarões, arraias, tartarugas e pinguins. Contei mais sobre essa experiência aqui nesse post. 

10- Almoçar na Baía de Sydney
Bem ao lado da Opera House existe uma orla repleta de bares e restaurantes. Acho que é um dos lugares mais bacanas que já vi para um happy hour na minha vida! E a vista, nada mal né? rs

É isso pessoal! Não se esqueçam de comentar os posts, isso ajuda o blog a ganhar vida, me orienta sobre as preferências de vocês e me estimula, pois a cada comentário fico muito feliz! Você também pode acompanhar a gente no Facebook e Instagram

Grande Barreira de Corais: confira dicas de como conhecer esse incrível paraíso que fica na Austrália

A grande barreira de corais é assunto sério! Além de ser a maior entre todas as barreiras de corais (a ponto de ser vista do espaço), ela tem uma riqueza de fauna marinha que nenhum outro lugar desse mundão tem. Por essas e outras qualidades, a grande barreira de corais foi eleita uma das sete maravilhas do mundo e declarada Patrimônio Mundial da Humanidade pela UNESCO.

Acho que ficou fácil entender os motivos que levam tanta gente a visitar esse lugar, não é mesmo? Bom! Como já contei aqui, ficamos baseados em Hamilton Island, mas muita gente também escolhe se hospedar no continente, em Airlie beach. Mas o passeio é o mesmo, já que a maioria das empresas param de porto em porto para pegar os turistas.

Fomos até a grande barreira de corais à bordo do barco da Cruise Whitsundays, a mesma empresa que nos levou para Whitehaven Beach e Hill Inlet. A viagem é um pouco demorada, mas nada que não dê para passar o tempo comendo alguns snacks e olhando a vista que é linda do início ao fim.

Chegando na GBC, o diferencial da Cruise Whitsundays é que eles têm uma super plataforma ancorada lá, com mesas, cadeiras, espreguiçadeiras e todo equipamento de mergulho e snorkel que você possa precisar. Então mesmo que não mergulhe ou esteja com crianças, vale o passeio.

Nosso passeio aconteceu em maio, entre o fim do outono e o começo do inverno, então vou ser sincera como sempre: apesar de ser inexplicável o quanto esse lugar é lindo, não pudemos aproveitá-lo da melhor maneira.

Isso porque, apesar de estar fazendo muito sol, a água estava gelada e agitada, por conta dos ventos fortes e constantes. Tudo isso deixou a água um pouco turva. Ainda assim, é um lugar fantástico, impossível de não mergulhar e se sentir sortuda por estar ali.

Pra você ter uma ideia do quando a GBC é gigante, saiba que ela se estende por mais de 2.300 quilômetros e dentro desse espaço há mais de 600 ilhas e três mil recifes de corais. É muita, mas muita coisa mesmo! As meninas do blog Mala de Aventuras fizeram um post lindo contando como foi mergulhar nessas águas. 

Ah! Mas tenho medo!
Bom, se mesmo com colete e boia você tem medo de fazer até snorkel, não tem problema! Esse tour que fizemos possui um barco com partes do chão e laterais de vidro. Assim você pode ver boa parte dos corais, peixes coloridos, cardumes, sem sequer se molhar!

Valores
Como contei acima, fizemos todos os passeios com a Cruise Whitesundays. Os valores dos passeios oferecidos por ela são um pouco maiores do que algumas outras empresas que encontrei pela internet, mas assim como no passeio à Whitehaven beach, aqui na Grande Barreira de Corais a empresa também tem um diferencial, que é uma plataforma enorme, garantindo mais espaço para todos.

Outra coisa bacana é que este passeio dura o dia todo. O barco sai do porto por volta das 8h30 da manhã e só retorna às 17h. Tempo de sobra para aproveitar essa maravilha!

Fomos em maio de 2016 e pagamos cerca de 240 dólares por pessoa nesse passeio de um dia. Incluso estavam almoço, snacks e todo equipamento para snorkel, como roupa, colete e máscara.

É isso pessoal! Não se esqueçam de comentar os posts, isso ajuda o blog a ganhar vida, me orienta sobre as preferências de vocês e me estimula, pois a cada comentário fico muito feliz! Você também pode acompanhar a gente no Facebook e Instagram